Tudo o que você deve saber sobre Logotipo

Se você está iniciando um negócio próprio neste momento, já deve ter se dado conta que precisará de uma imagem, uma espécie de brasão que identifique o seu negócio diante de tantos outros que há no mercado – que o destaque e que lhe dê identidade.

A criação de um logotipo deve ser feita sob decisões bem acertadas. Antes de sua criação, é preciso compreender e definir bem a proposta de seu negócio – que negócio é este? De que segmento? Quais os valores que fundamentam o seu negócio? Qual o seu objetivo? De que forma é possível representar em um desenho todo o que o seu negócio significa?

O que é um logotipo?

Dúvidas sobre logotipo


Um logotipo nada mais é do que a representação visual ou gráfica de uma empresa, marca ou negócio. Serve para representar o que a sua empresa é e diferenciá-la da concorrência. Ele precisa significar algo que tenha a ver com a proposta de seu negócio – seus valores, sua missão, sua atividade, etc.

Para isso, além da criatividade, o bom senso deve ser um parâmetro importante na criação do seu logotipo. Cores, formas, letras, slogans, nome da empresa: tudo deve ter um significado e estar bem integrado, para passar credibilidade e uma identidade forte.

Diferenças entre logo, logotipo e logomarca


Ainda há muitas dúvidas sobre os termos logotipo e logomarca. Logos, em grego, significa conceito, significado. E typos significa símbolo ou figura. Desta forma, logotipo significa símbolo de um conceito. É bem fácil de entender: quando você já tem ideia do que representa a sua marca, então tem logos. No momento que procura um profissional para criar a parte gráfica deste conceito, este dará forma ao typos.

Um logotipo é composto pelo símbolo e pela tipografia (letras), que juntos formam o logotipo em si. O logotipo também pode ser definido como a imagem da marca, sua representatividade. Possui um formato, tipo de letra característico, cores específicas e diversos outros elementos que a signifique diante das demais marcas.

Já logomarca, é um termo pouco usado pelos profissionais do mercado publicitário, mas as pessoas de uma forma geral ainda o confundem com palavra logotipo.

Para entender melhor a confusão, saiba que logomarca é a fusão de logo + marca. Logos vem do grego e significa significado, conceito. Já Marca origina-se da palavra germânica marka, cujo significado é o mesmo do termo “logo.” Desta forma, logomarca significaria “significado do significado” – como isso não faz sentido, acredita-se que seja uma espécie de tradução mal feita ou neologismo. No caso da criação da imagem que represente o seu negócio – seja um produto, uma empresa, etc. – o termo correto é logotipo.

A importância de um logotipo para a sua empresa


Imagine criar diferenciação em um mercado que se expande constantemente. O que diferencia o seu negócio dos demais? O logotipo é muitas vezes o primeiro contato que o seu público terá do seu negócio. Desta forma, além de representar a sua empresa e a sua proposta, o logotipo deve ser atrativo e condizente com a sua relação com o público. Uma empresa que não tem um logotipo, não possui uma representação visual do seu negócio e compete com diversas outras empresas que possuem esta identidade, resultando numa competição praticamente nula.

Pode-se dizer que o logotipo é fundamental, pois ele representa as duas principais instâncias de uma relação comercial: o que a empresa é dentro do seu segmento – ou o que ela almeja ser e expressar – e a forma como o cliente deve percebê-la em contraste com as outras empresas. Sem uma identidade no mercado, a sua empresa não é lembrada. O logotipo, além de ser a identidade do seu negócio, é uma forma de garantir integridade e credibilidade nesta relação com o mercado. Lembre-se que as pessoas, de uma forma geral, sejam estas fornecedores, clientes, parceiros, investidores, etc., se identificam com um negócio de forma visual, antes mesmo de entender de fato que tipo de negócio é este.

Obviamente, um logotipo pode ter um “prazo de validade”. De tempos em tempos, a empresa muda, assim como os seus objetivos, o seu posicionamento e até os seus valores. Desta forma, é interessante a sua identidade visual também se atualizar. O logotipo é uma arte de médio e longo prazos, mas é saudável depois de anos revigorar a sua identidade, modificando a já existente ou criando um novo logotipo.

Erros que você deve evitar ao criar seu logotipo


Conheça agora alguns erros comuns que ocorrem na criação do logotipo:

- Copiar, mesmo que parcialmente, a ideia de outra empresa: Além de não criar diferenciação, o que é uma premissa para o sucesso, é desleal e desonesto, muitas vezes infligido registros. Crie a sua identidade visual do zero, de forma exclusiva.

- Usar cores, fontes ou formas que não tenham muito a ver com o seu segmento de atuação ou com o conceito do seu negócio: Se a sua empresa é do ramo da saúde, por exemplo, talvez a cor marrom não seja tão interessante (a não ser que outros elementos do logotipo sejam bem elaborados e integrados). Se o seu produto tem um conceito mais sedutor e atraente, talvez usar fontes muito pequenas e cores claras ou pastel não represente muito bem o seu conceito.

- Design feito por amador: Se você tem um orçamento baixo ou tenha o interesse de criar você mesmo o seu próprio logotipo, é importante saber que há a possibilidade de usar recursos gratuitos na elaboração do material ou os seus próprios conhecimentos em Photoshop e outros softwares interessantes – como você pode ver abaixo. Mas é importante saber que não dá para economizar na identidade do seu negócio nem colocar o projeto na mão de quem não entende ou não tem muita experiência. Faça uma análise de preços do mercado, eliminando preços muito excessivos e muito baixos. Busque verificar outros trabalhos da agência ou profissional que deseja contratar.

- Muito foco nos modismos: Evite modismos. Prefira criar o seu logotipo dentro das próprias expectativas. A moda passa, mas o seu logotipo pode prevalecer ao tempo.

- Muito complexo: Na dúvida, é mais saudável para o seu negócio ter um logotipo minimalista e claro (tipo flet design) do que uma identidade cheia de elementos e muito confusa. Muitas cores, formas ou fontes demais pode dar a impressão errada ao cliente. Cores erradas e fontes muito simples podem significar amadorismo ou desleixo. 

Dicas para criar um logotipo de sucesso


- Crie um perfil do que é a sua empresa, quais os seus objetivos, qual a sua área de atuação, quais os valores que fundamentam as suas atividades e todas as informações necessárias para criar a identidade. Um dica legal é definir até três palavras que resumam o seu conceito, para a partir delas criar uma arte gráfica. Não tem como criar o seu logotipo antes de definir quem você é no mercado.

- Há quem goste de usar um símbolo específico que possa resumir a identidade da empresa: um animal, uma estrela, uma árvore ou qualquer outra coisa que é importante e que faça sentido para você. O objeto símbolo pode ser estilizado e até meio abstrato – é só usar a criatividade.

- Os profissionais de marketing, em sua maioria, utilizam estudos sobre o impacto das cores na escolha e nas emoções dos clientes. Cada cor, conforme os especialistas, influem de uma forma na percepção do público. Elas devem ser usadas conforme os objetivos da empresa, mas considerando o segmento desta e o tipo de público – a cores mais aceitas conforme o gênero do público ou a faixa etária. Os estudos comprovam que de 87% a 98%, as cores têm influência na escolha do público.

- Registre o seu logotipo no Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI. Assim, o seu logotipo será de fato de sua propriedade, pois é o logotipo que é registrado e não a marca.

Onde criar um logotipo


Você pode criar o seu logotipo de forma prática e didática com diversos recursos gratuitos. Softwares como o Logomaker ou sites como o LogoFactory são úteis para criar logotipos simples e modestos, mas mesmo assim, profissionais. Veja: Sites para criar logotipo grátis e online.

E para quem tem experiência em recursos Adobe ou similares (Photoshop, Corel Draw, etc.), é só colocar a mão na massa, assim que já tiver definido o conceito.Veja:  11 programas para criar logotipo Grátis

Caso não tenha experiência ou tempo para isso, prefira contratar um profissional da área, com experiência comprovada. No caso das agências, o valor pode ser um pouco superior, mas você pode ter melhores garantias de que o seu material será feito conforme as suas expectativas e diferentes formas de pagamento. Uma alternativa é contratar um design freelancer em sites especializados – como o Workana, o 99Freelas e o Prolancer. Estes sites funcionam como intermediadores entre o cliente e o profissional freelancer, e dão condições para uma contratação segura e acertada previamente.Veja: Sites para contratar profissionais freelancers


3 comentários